Notícias

Prefeitura de Olinda fiscaliza orla e seis bairros para cumprimento de decreto

Foram flagradas pessoas usando a faixa de areia fora das determinações

Publicado por: Wladimir Paulino, em: 21/06/20 às 19:11

A Prefeitura de Olinda fez uma grande fiscalização para cumprimento do Decreto Municipal 106/2020, que dispõe sobre reabertura de parques, praias e igrejas na cidade. As equipes da Secretaria de Segurança Urbana, Controle Urbano, Secretaria de Transportes e Trânsito e Polícia Militar de Pernambuco percorreram os 9 quilômetros da orla de Olinda, onde foram abordadas dezenas de pessoas descumprindo as determinações quanto ao uso da faixa de areia.

Além das praias, a fiscalização também percorreu os bairros de Rio Doce, Peixinhos, Caixa D’Água, Jardim Atlântico, Bultrins e Bonsucesso para observar se as medidas do Governo do Estado a respeito do funcionamento de estabelecimentos comerciais, distanciamento social e práticas de higiene eram cumpridas.

Na orla foram retirados surfistas da água e muitas pessoas instaladas na faixa de areia com guarda-sol e bebidas alcoólicas, muitas sem utilizar a máscara de proteção. Todos foram orientados a se retirarem e não ofereceram resistência. Por outro lado, o uso do calçadão aconteceu dentro das normas. A fiscalização esteve nas praias dos Milagres, Del Chifre, Carmo, Bairro Novo, Casa Caiada e Rio Doce.

Na Feira do Troca de Peixinhos mais de 300 pessoas se aglomeravam, a maioria sem usar máscara. Foram apreendidos fogos de artifício e duas motonetas 50cc sem documentação. Três bares tiveram o funcionamento suspenso. Também foram encontradas 11 fogueiras montadas e os proprietários orientados a fazer o desmonte.
À tarde, foram encontrados seis bares funcionando fora dos padrões determinados pelo Estado e todos fechados. Também foi feita orientação de quem estava sem máscara.

São João

A partir desta segunda-feira (22.06), a fiscalização passa a recolher fogueiras montadas. De acordo com o secretário de Segurança Urbana de Olinda, Antônio Pereira Neto, um caminhão será utilizado para levar o material e garantir o cumprimento do Decreto Municipal. O objetivo é não agravar os casos de pessoas que têm problemas respiratórios. As denúncias podem ser feitas pelos telefones 153 e 3429 2947 (Guarda Municipal) e 190 (Polícia Militar).

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: