Notícias

Prefeitura de Olinda lança programa Saúde nos Terreiros

Trabalho tem intenção de quebrar mitos e preconceitos

Publicado por: Sandro Barros, em: 12/06/18 às 17:29

Texto e Fotos: Pedro Morais / Prefeitura de Olinda

A partir deste mês de junho, até dezembro, Olinda receberá uma ação denominada “Saúde nos Terreiros”. O trabalho começou nesta terça-feira (12.06) no Terreiro de Xambá – Quilombo Urbano, Portão de Gelo, localizado na Rua Severina Paraíso Silva, 65, em São Benedito. Foram oferecidos serviços pelas secretarias de Saúde e de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos de Olinda, das 8h às 12h.

Na área da saúde, os adeptos de matriz africana e moradores foram contemplados com testes rápidos de HIV e sífilis, atendimento clínico, palestras, saúde do idoso e do homem, mamografia de rastreamento, teste de glicose, aferição de pressão e avaliação nutricional, além da emissão do Cartão SUS.

As atividades sociais também beneficiaram a localidade com emissão de cartão de cadastro de estacionamento para idosos, CadÚnico, livre acesso e atendimento com orientações às pessoas sobre vítimas de violência contra idoso, mulher, LGBT, religiosa entre outros tipos de intolerância.

Saúde nos Terreiros chega até o terreiro da Xambá, Quilombo Urbano, no bairro de São Benedito. Foto: Pedro Morais / Prefeitura de Olinda

Representando o Terreiro de Xambá, Pai Ivo, enfatizou a visão social da gestão municipal. “Mesmo sendo uma casa do segmento de matriz africana, diante das dificuldades da população com relação a planos de saúde, estamos recebendo qualquer pessoa da comunidade para ter o direito de atendimento”, pontuou.

A coordenadora de Atenção à Saúde da População Negra e Pessoa com Deficiência de Olinda, Carmem Cavalcanti, destaca que a proposta é levar saúde mais perto do povo. “Mensalmente, vamos promover esse tipo de ação em um terreiro, visando “quebrar” mitos e preconceitos. Na próxima terça-feira (19.06) iremos realizar a nossa reunião e promover uma palestra alusiva ao Dia Mundial da Anemia falciforme”, avisou.

O trabalho contou com a participação de representantes da Secretaria Estadual de Saúde. Geruza Guerra e Taís Queiroz, técnicas da Coordenação da População Negra, acompanharam a iniciativa da Prefeitura de Olinda.

%d blogueiros gostam disto: