Notícias

Profissionais de Olinda planejam ações na saúde mental

Nivelamento de informações entre especialistas e técnicos do setor é uma das prioridades

Publicado por: Redação da Secom, em: 15/08/18 às 18:49

Texto e fotos: Pedro Morais

Médicos e enfermeiros da divisão de Atenção Básica da Secretaria de Saúde de Olinda participaram, nesta quarta-feira (15.08), de uma capacitação acerca das doenças de transtornos psiquiátricos. A capacitação foi promovida no auditório da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO), em Ouro Preto, e foi ministrada pela Coordenação Saúde Mental da cidade.

O médico psiquiatra da rede municipal, Luiz Antônio Santos, falou da importância do repasse de informações para todos profissionais da área. “O paciente precisa de um apoio na assistência mental, uma rede que possa saber o fluxo dos dispositivos, desde o agente comunitário de saúde, médico e demais equipes, principalmente por conta do modelo psiquiátrico proposto e implantado no país, pois exige uma abordagem atenciosa de todos da área”, enfatizou.

A coordenadora da Saúde Mental do município, Gleice Kelly, também ressalta a necessidade da interação para fortalecer o trabalho no segmento. “Estamos fazendo essa capacitação em dois momentos. Um na forma de manejo, despertando o olhar clínico dos profissionais da rede primária, sobre o paciente mental para identificar desde a visita do Agente Comunitário de Saúde até a unidade especializada. O outro encontro será destinado ao pessoal do SAMU”, explicou.

Atualmente, a rede mental de Olinda conta com três Centros Psicossociais, sendo um de transtorno, outro álcool e drogas e um Infanto-juvenil, além de quatro Residências Terapêuticas, três masculinas e uma feminina.

 

%d blogueiros gostam disto: