Notícias

Provas do SAEB apontam frequência positiva dos estudantes na realização dos testes em Olinda

Mobilização e criatividade foram marcas registradas

Publicado por: Redação da Secom, em: 24/11/21 às 17:01

Por Pattricia Viviane

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com o objetivo de avaliar a aprendizagem dos estudantes da Educação Básica da Rede Municipal de Ensino de Olinda, foi dada a largada da aplicação da prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e o Sistema de Avaliação Educacional de Pernambuco (Saepe).  Os testes acontecem até o dia 23 de dezembro. Estudantes do 5° e 9° ano do Ensino Fundamental participam das provas das disciplinas de Português e Matemática, das qual serão avaliados.

O resultado servirá para diagnosticar qual é a realidade dos estudantes e o nível de aprendizagem em que eles se encontram na rede. “A partir dos resultados registrados, escolas e professores devem se apropriar dos mesmos para replanejar as ações pedagógicas para o ano letivo de 2022 e fazer um acompanhamento sistemático para superação das dificuldades identificadas”, conta a secretária Executiva de Programa e Políticas Educacionais, Edilene Soares.  De acordo com a Secretaria de Educação, até esta quarta (24), 20 das 61 escolas já participaram da prova do SAEB, com 95% de frequência dos estudantes.

CRIATIVIDADE NA PREPARAÇÃO| A participação na avaliação nacional mobilizou a participação de forma expressiva em todas as 61 unidades escolares da rede municipal de ensino de Olinda. Desde julho, a exemplo da Escola de Tempo Integral Coração de Jesus, localizada em Amaro Branco, as aulas tradicionais de revisão deram lugar a atividades dinâmicas, com brincadeiras e gincanas e com a intensificação das atividades em sábados letivos, devido à proximidade da prova. Um dia antes da avaliação, professores reuniram os adolescentes do nono ano, na Biblioteca Pública de Olinda, para uma manhã que rendeu desde técnicas de relaxamento a dança com o objetivo que os estudantes possam realizar as provas mais confiantes e concentrado. Após o encontro, os estudantes receberam um kit da prova, contendo um estojo com grafite, borracha, canetas e camisa. Dinâmicas de relaxamento, alongamento e atividades para espantar a ansiedade também foram realizadas na Escola Gregório Bezerra, em Jardim Atlântico.

Outro exemplo de motivação aconteceu na Escola Antonio Correa, em Alto da Conquista, que antes da prova todos os estudantes rezaram um Pai Nosso de forma diferente, em voz alta e no pátio da escola. Exemplos não pararam de chegar. Teve carro de som convocando todos os estudantes e pedindo comprometimento dos pais, foi o caso do CAIC Norma Coelho, em Peixinhos. Estudantes que fizerem até TIK TOK. Vídeos motivacionais compartilhados em grupos de WhatsApp, foi o que fez a Escola Reverendo Júlio Ferreira. E como uma forma diferente de trabalhar a revisão de conteúdo, a Escola Claudino Leal, em Cidade Tabajara,  organizou um ‘Show do Milhão’. “Foram vários exemplos. Temos um trabalho de muita colaboração e parceria entre as escolas, observamos as práticas exitosas e compartilhamos entre as unidades. Todas as equipes estão muito engajadas e estamos muito confiantes que teremos um bom resultado”, afirmou a Secretária Executiva de Programa e Politicas Educacionais, Edilene Soares.

%d blogueiros gostam disto: