Notícias

Retratos de Olinda: Farol de Olinda – Aviso aos Navegantes, por Laila Santana

A fotógrafa Laila Santana fazia fotos para o book de uma modelo quando avistou o farol de Olinda, dos fundos de uma lojinha, no Alto da Sé

Publicado por: adminolinda, em: 18/06/12 às 18:30
Farol se tornou símbolo da cidade. Foto: Laila Santana

Farol se tornou símbolo da cidade. Foto: Laila Santana

Laila Santana nem imaginava que seria fotógrafa. Foi assim, de repente, que decidiu mudar o rumo de sua vida profissional, quando era estudante de Serviço Social e começou a se interessar por Comunicação. Ingressou em Jornalismo e iniciou o curso técnico de Fotografia, num período em que nem havia graduação na área, aqui em Pernambuco. Assim que foi oferecido o curso no estado, Laila tratou de solicitar sua transferência. Ela deve se formar no próximo ano, na Universidade Católica, mas já atua profissionalmente, como fotógrafa freelancer há cinco anos. Percebemos a sua sensibilidade através desta fotografia do farol de Olinda.

Há quem se prepare para fotografar monumentos históricos, mas, sem querer, se deparar com o farol da cidade, no quintal de uma loja de artesanato… Isso é mesmo muita sorte. Pois, foi assim que Laila, fotógrafa da Secretaria de Comunicação, fez esse registro.

“Foi uma foto despretensiosa, mesmo. Eu estava fazendo um book de uma amiga, que queria Olinda como cenário. Entramos numa galeria de artes, daquelas no Alto da Sé, quando fui dar uma olhada no quintal da casa, me deparei com uma paisagem que me chamou a atenção. Lá estava o farol! Achei bonita a cena e fotografei”, relata Laila, com muita simplicidade.

Simples e bela. A foto de Laila se destaca exatamente por estes adjetivos, que reunidos, compõem este “retrato de Olinda”, digno de um cartão postal. O objeto da imagem recebeu de presente uma moldura natural. O farol encontra-se no centro, cercado por vegetação de verde intenso, contrastando delicadamente com a tonalidade azul e cinza do céu. Até parece uma pintura. Faz lembrar as telas de Eckhout, o pintor holandês que tão bem retratou o Brasil do século XVII, ressaltando sua natureza múltipla e exuberante.

O Farol Olinda, assim chamado tecnicamente, completou 70 anos ano passado, tendo sido inaugurado em 7 de setembro de 1941. Antes dele havia outro, onde hoje é o Fortim do Queijo, que fora construído em 1872. Com o tempo, aumentou a demanda da navegação, exigindo, portanto, uma torre com maior altitude para orientar os navios e embarcações. Esta mede 42,5 metros, com 8 pavimentos internos. A altitude da lanterna, em relação ao nível do mar, é de 132 metros. O alcance da luz é de 24 milhas, o equivalente a aproximadamente 44 Km, em tempo bom.

A operação e a manutenção do farol de Olinda são de responsabilidade da Capitania dos Portos. Uma equipe de faroleiros se reveza nos trabalhos diários em regime de plantão. As atividades são de manutenção da área onde o farol se localiza, segurança, pintura, poda das árvores, além dos cuidados técnicos do próprio farol.

No dia em que a equipe do Retratos de Olinda visitou o local para apurar detalhes sobre a história do farol, quem estava de plantão era o cabo-faroleiro Paulo Ricardo. “Gosto muito do meu trabalho, do que eu faço. Fiz prova para estar aqui. Acho muito importante contribuir para a segurança de outras vidas”, relatou.

O farol funciona do entardecer ao amanhecer do dia seguinte. Caso o instrumento de navegação apresente algum problema, impedindo-o de funcionar, imediatamente é acionado o sistema de emergência, via rádio, com aviso aos navegantes.

A visão lá de cima é privilegiada. O Alto da Sé parece pequenino e vemos as igrejas fincadas por todos os lados, abençoando a Cidade Patrimônio. Dessa perspectiva, o farol parece ser o Cristo Redentor de Olinda e é mesmo, afinal, a função dos faróis é a de guiar a uma direção segura e a de salvar vidas. Por motivos de segurança, o local não é aberto à visitação.

Para saber mais sobre o trabalho de Laila Santana é só visitar o seu Flickr.

Confira outras fotos do Farol de Olinda no Flickr da Prefeitura de Olinda:

Envie sua imagem

Você também tem uma boa foto e uma história pra contar?
Entre em contato conosco através do email secomolinda@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: