Notícias

Retratos de Olinda – Igreja da Misericórdia, por Adeildo Eugênio

O céu cinzento e a pouca luz delineou os detalhes que o fotógrafo precisava para fazer uma viagem no tempo em pleno solo olindense

Publicado por: Secom, em: 26/06/12 às 17:00
Luz e sombra sobre a Igreja da Misericórdia, por Adeildo Eugênio

Luz e sombra sobre a Igreja da Misericórdia, por Adeildo Eugênio

Um passeio pelo Sítio Histórico de Olinda é quase obrigatório não só aos turistas que visitam a cidade, mas a qualquer um que tenha um mínimo de deslumbramento pelas ruas repletas de cores e histórias que só uma Cidade Patrimônio guarda em si. Adeildo Eugênio do Santos, fotógrafo desde 1987, apresentava a cidade à sobrinha caçula quando fez o registro acima: o topo da Igreja da Misericórdia.

O templo fora construído em 1540 por ordem da coroa portuguesa. Em 1630, com a invasão holandesa, foi saqueado e, um ano depois, incendiado. Somente 24 anos depois, com a saída dos flamengos, é que a igreja pôde ser restaurada.

Na foto feita por Adeildo, a igreja aparece cercada de nuvens cinzas e um pedacinho de azul céu azul lhe sorri. A Misericórdia se vê quase num contra luz do fim de tarde. Pouco se vê da sua pintura em amarelo e branco ou das marcas de chuva em torno das cúpulas do período barroco misturado às reminiscências da renascença portuguesa.

Nascido no Recife e criado em Olinda, Adeildo Eugênio se diz morador do mundo e lembra precisamente o que sentiu antes de fazer o clique. “Antes de fotografar, já sabia que seria um bom registro”, comenta. Para completar: “Vejo a fotografia como uma máquina do tempo, onde eu tenho o total controle”.

Cidades históricas, em geral, têm esse poder de transportar o passante a um período anterior até mesmo ao seu nascimento. Nesse caso não seria diferente. As edificações contíguas à Igreja de Santa Casa da Misericórdia foram demolidas, dando lugar a um colégio de freiras, formado pelas Monjas da Ordem Beneditina.

Adeildo Eugênio participou da primeira Semana de fotografia do Recife. Numa das oficinas oferecidas pelo evento, nasceu o coletivo fotográfico Olho de Peixe que, infelizmente, acabou pouco depois de ser fundado. Mesmo com o fim do coletivo, o fotógrafo continuo fazendo imagens dos eventos que aconteciam, principalmente, no Nascedouro de Peixinhos onde trabalhou como assistente de produção de eventos.

Àqueles que quiserem conferir as belezas e os detalhes da Igreja da Misericórdia, como os vários painéis pintados em seus forros, com destaque para o de Nossa Senhora da Misericórdia ao centro, pode participar de uma das missas celebradas no templo. Diariamente, a igreja recebe fiéis e visitantes em três horários: 6h30, 12h e 17h.

Envie sua imagem

Você também tem uma boa foto e uma história pra contar?
Entre em contato conosco através do email secomolinda@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: