Notícias

Saem os vencedores do pré-mirim masculino e infantil feminino de basquete dos Jogos Participativos Escolares

O Colégio Santa Emília e a Academia Santa Gertrudes levaram as medalhas das duas categorias. A medalha de bronze feminina foi para a Escola Souto Filho e a do pré-mirim para o Colégio Souza Leão

Publicado por: Secom, em: 25/09/10 às 13:01
Estudantes disputaram na raça os primeiros lugares. Crédito: Thabata Alves

Estudantes disputaram na raça os primeiros lugares. Crédito: Thabata Alves

O choro da derrota e a alegria da vitória marcaram a final do basquete feminino da categoria infantil, na manhã da última terça-feira (21), no Colégio Souza Leão, depois da grande final entre a Academia Santa Gertrudes e o Colégio Santa Emília, que se sagrou campeão. Aconteceu também a entrega da premiação da categoria pré-mirim masculina.

O Colégio Santa Emília conquistou o primeiro lugar, do infantil feminino, com um placar de 18 a 11 sobre a Academia Santa Gertrudes. O ouro foi festejado pelas meninas com direito a volta olímpica, pulos de vibração, abraços e fotos. Do outro lado da quadra, a atleta da Academia Santa Gertrudes, Carolina de Albuquerque, completava 15 anos. A menina esperava ganhar de presente a vitória, mas como isso não aconteceu, o choro foi inevitável. “Acho que a gente podia ter feito mais, mas tudo bem (choro)”, desabafou a atleta estudante. A Escola Antônio Souto Filho ficou com o bronze, a premiação foi recebida pelo técnico André Gomes.

Os atletas pré-mirim masculino, com a classificação estabelecida na semana anterior, foram apenas receber medalhas e troféus. O Colégio Santa Emília foi o primeiro colocado. Já a Academia Santa Gertrudes, apesar de estar com a medalha de prata garantida, jogou para cumprir tabela, contra a Escola Antônio Souto Filho e venceu por 37 a 4. Atitude de campeão teve o técnico da Santa Gertrudes, Jorge Lima. Ele entregou ao atleta do Souto Filho, José Henrique, mais conhecido como Zinho, uma medalha de prata. A homenagem foi feita pela atuação digna de um guerreiro, do pequeno, que apesar de ter uma deficiência no braço direito joga com muita alegria. Zinho recebeu o presente cheio de orgulho e não tirou mais do peito.

%d blogueiros gostam disto: