Notícias

Sai apuração das eleições escolares de Olinda

Foram registrados mais de 14.500 votos

Publicado por: Redação da Secom, em: 26/11/18 às 14:30

As unidades de ensino de Olinda viveram um processo de eleição para gestores e vice-gestores. O pleito englobou todas as 64 escolas e 13 anexos da rede municipal. Foram contabilizados 14.532 votos de professores, funcionários em exercício, estudantes a partir de 11 anos de idade com frequência regular e pais ou responsáveis. O resultado foi divulgado nesta segunda-feira (26.11). A posse será no dia 27 de dezembro.

Em números: 107 diretores e vices foram eleitos na rede; 31 escolas, os diretores foram reeleitos; 21 unidades de ensino tiveram uma alteração parcial, ou seja, serão administradas por um gestor de um mandato passado e um vice novo e, 12 elegeram novos gestores.

A grande novidade nesta eleição é que a Secretaria de Educação de Olinda sensibilizou a comunidade escolar da importância e participação neste processo.

Para a chefe do Departamento Escolar, Fernanda Barreto, a participação da família no processo eleitoral também ganhou força, sobretudo com a atuação das comissões eleitorais escolares (representantes de professores, pais, estudantes e funcionários da escola) escolhidas pela própria comunidade escolar para auxiliarem em todo o pleito, nas unidades de ensino participantes.

“A gestão pública precisa trazer cada vez mais a comunidade escolar para atuar em parceria com a equipe gestora, pois o processo educativo é uma construção dialética entre família, comunidade e escola, em que todos somos responsáveis na promoção de uma educação de qualidade para nossas crianças e jovens”, afirma.

Antes de ir trabalhar, o pai da aluna matriculada na Escola Hélio Maia, José Rodrigues Martins do Santos, repositor, foi logo cedo votar. Ele  que tem a filha há mais de três anos na escola afirma que é muito importante que os pais e as mães estejam cada vez mais empenhados por uma educação melhor.

Para a diretora da Escola Claudino Leal, em Cidade Tabajara, Patricia Coruzo, o formato atual oferece oportunidades.

“Antigamente era mais difícil chegar ao cargo de diretor, pois precisávamos de indicação, mas agora a gente passa pela avaliação teórica, psicológica e pela aprovação da comunidade escolar, que inclui a participação dos professores e dos funcionários da unidade de ensino. Esse novo processo de escolha é justo, transparente e depende muito do nosso esforço e da nossa capacidade de correr atrás”, garantiu a educadora que foi reeleita.

A ELEIÇÃO –  O processo de escolha compreendeu etapas distintas, após a inscrição: a participação de certificação pelo Instituto de Apoio a Universidade de Pernambuco (IAUPE) pelo exame de desempenho onde foi testados habilidades e conhecimentos nas áreas de gestão pedagógica, que qualificou o candidato para a função de gestor escolar; apresentação dos planos de gestão dos candidatos à comunidade escolar através de audiências públicas realizadas nas escolas, até a chegada do pleito eleitoral. Após todas essas etapas concluídas, os gestores eleitos, serão nomeados pelo prefeito prof. Lupércio em cerimônia de posse organizada pela Secretaria de Educação. Os diretores eleitos tomarão posse no próximo dia 27 de dezembro, com mandato de três anos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: