Notícias

Saúde de Olinda inicia pesquisa epidemiológica com testagem para o Novo Coronavírus

Unidade móvel vai percorrer todos os bairros da cidade, promovendo o acolhimento e orientação

Publicado por: Redação da Secom, em: 21/05/20 às 16:59

A Secretaria de Saúde de Olinda deu início, nesta quinta-feira (21.05), ao desenvolvimento de uma pesquisa epidemiológica para mapear os casos do Novo Coronavírus. A ação, que teve como ponto de partida o bairro de Ouro Preto, conta com uma unidade móvel que vai percorrer todos os pontos da cidade. O objetivo é de realizar a abordagem de transeuntes que ainda descumprem o isolamento social necessário e realizar a testagem rápida e gratuita para a doença.

Com a execução do trabalho, as pessoas com sintomas característicos farão o teste, receberão as orientações acerca da quarentena e serão cadastradas em um banco de dados. Os casos positivos, com uma versão branda, serão encaminhados para a Policlínica Barros Barreto, no Carmo, onde já funciona o Centro de Referência Covid-19 Casos Leves. “Nosso propósito é de oferecer assistência para a população, tendo a oportunidade de identificar e orientar aquelas pessoas que já estão positivadas e não sabem, por ainda não apresentarem sintomas”, explica a coordenadora da pesquisa, Rosângela Chaves.

Segundo ela, além de recomendar o isolamento correto, a medida vai proporcionar novas diretrizes de políticas públicas para a devida contenção da pandemia, conhecendo os casos por região. “Os resultados são entregues em apenas 15 minutos e, durante a espera, organizamos para não ocorrer pontos de aglomeração. Todas as informações são seguras e sigilosas. O nosso papel principal será sempre de levar o entendimento da importância dos cuidados”, reforçou a responsável.

A AÇÃO
Os critérios de inclusão são pessoas de ambos os gêneros, com idade mínima de 30 anos, profissionais de saúde e profissionais de segurança, que tenham apresentado sintomas compatíveis com síndrome gripal há no mínimo 10 dias. Se faz necessário aceitar participar da pesquisa, através da assinatura de um termo de consentimento livre e esclarecido. Ao todo, nesta etapa, serão realizados três mil testes rápidos, distribuídos proporcionalmente nos 33 bairros de Olinda, de acordo com o número de habitantes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Thiago Bunzen/Prefeitura de Olinda

%d blogueiros gostam disto: