Notícias

Secretaria de Educação de Olinda entrega prêmio Anita Paes Barreto

Os três primeiros colocados ganharão passagens, hospedagem e inscrição pagas para a SBPC 2010.

Publicado por: adminolinda, em: 07/12/09 às 13:23
Arte: Taís Nascimento

Arte: Taís Nascimento

Professores de Olinda que concorrem ao prêmio Anita Paes Barreto serão laureados na próxima quinta-feira (10), em coquetel solene, que acontece no espaço de eventos Ferraresi,  Bairro Novo. O evento, marcado para iniciar às 17h, vai reunir os três melhores projetos pedagógicos inscritos na seleção 2009.

Esse ano foram analisados 28 projetos pedagógicos, dos quais 12 foram selecionados e três serão premiados na solenidade. Os 12 selecionados receberão banner de seu projeto e certificado de participação. Já os três ganhadores recebem placa representativa, passagens, hospedagem e inscrição pagas para SBPC  que acontecerá em São Paulo, em 2010.

De acordo com a secretária de Educação de Olinda, Leocádia da Hora, o prêmio foi lançado em 2003 com a intenção de laurear as propostas pedagógicas da rede e estimular a produção de projetos, melhorando conseqüentemente a qualidade do ensino na cidade.

Para participar do processo seletivo, as propostas precisam abordar experiências de ensino/aprendizagem que tenham sido vivenciadas na escola, podendo estar relacionadas a qualquer disciplina, área de conhecimento ou conteúdo do currículo escolar brasileiro, da educação infantil ao ensino fundamental. A seleção tem como critérios a qualidade, a criatividade e a repercussão do trabalho na escola.

Anita Paes Barreto – Personalidade pernambucana que nasceu no Recife, em 1907. Foi laureada com medalha de ouro em 1924 na conclusão do Curso Normal. No ano seguinte, foi nomeada professora primária do Estado de Pernambuco, ocupando-se especialmente da educação de crianças excepcionais. O interesse pela educação especial a acompanhou por toda a sua vida profissional. Iniciou sua prática e estudos psicológicos sob orientação de Ulisses Pernambucano, no Instituto de Psicologia de Pernambuco. Foi diretora na Escola Aires Gama, hoje Ulisses Pernambucano, atuou com destaque como psicóloga na Clínica de Conduta da Faculdade de Filosofia do Recife. Realizou numerosos estudos relacionados à psicotécnica, entre outros.

Lista dos selecionados:

  • Adriana Cely de Araújo Paraíso (Escola Hélio Ferreira Maia) – Projeto: Aprendendo e Cantando.
  • Andréa Duarte de Souza (Escola Monte Castelo) – Projeto: Você tem fome de que, Josué?
  • Antonia Rosa de Jesus Silva (Escola Brites de Albuquerque) – Projeto: Herdeiros do Futuro.
  • Audênia de Andrade Lima (Escola Monsenhor Fabrício) – Projeto: Meu bairro, minha vida: Fazendo Educação Patrimonial.
  • Cristiane Belchior de Melo (Escola Alto Sol Nascente) – Projeto: Minhas raízes estão na África.
  • Cristiane Maria de Holanda (Escola Brites de Albuquerque) – Projeto Alimentação saudável: Uma (re) construção de valores.
  • Edson Gomes da Silva Filho (Escola Alexandre Barbosa Lima) – Projetos: A produção de textos epistolares. Bantos e Nagôs: Os olhares da África no meu Bairro.
  • Eliane Ferreira Viana (Escola Monsenhor Fabrício) – Projeto: Relato de experiências com alunos do Ensino Fundamental.
  • Lyza Genniger M. de Barros Souza (Escola Monte Castelo) – Projeto: Viva Leão do Norte.
  • Lecy de Lima e Silva (Escola Alto Sol Nascente) – Projeto: Villa Lobos: Um Mimo de Multiculturalidade.
  • Pedro B. de Oliveira Filho (Escola Maria da Glória Advincula) – Projeto: O xadrez na escola – uma perspectiva interdisciplinar.
%d blogueiros gostam disto: