Notícias

Teleatendimento em saúde mental é alternativa para acolher pacientes em Olinda

Serviço é oferecido nos dias úteis, das 8h às 17h

Publicado por: Redação da Secom, em: 20/04/20 às 16:16

O receio da pandemia e a necessidade de permanecer em casa por mais tempo, mantendo o isolamento social, em cumprimento as medidas restritivas contra o avanço da Covid-19, têm causado mudanças radicais no perfil emotivo de inúmeras pessoas. E para dissipar os danos psicológicos e emocionais, a Secretaria de Saúde de Olinda está oferecendo um serviço de assistência à saúde mental por meio de ligação telefônica, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A finalidade é prestar apoio além do atendimento presencial, que acontece nos três Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) do município e reduzir a necessidade de deslocamento, evitando possíveis aglomerações em ambientes fechados.

Qualquer pessoa, inclusive profissionais da área de saúde, que manifeste sintomas de ansiedade, medo, depressão e até transtornos obsessivo-compulsivos (TOC) pode contar com o acolhimento em saúde mental por teleatendimento.

Oito números estão à disposição e a assistência é prestada por uma equipe multidisciplinar: médicos, psicólogos, enfermeiros e assistentes sociais trabalham na avaliação médica, orientação e prevenção de diagnósticos em casos que possam evoluir para algum trauma ocasionado neste período de isolamento social. O objetivo principal é que todos possam manter o equilíbrio mental e encontrem meios de se adaptar aos atuais desafios impostos pela Covid-19.

Os números do teleatendimento são:

Público em geral – 9.9207-3447 / 9.9219-1816 / 9.9250-3144 / 9.9138-7841 / 9.9203-8909 / 9.9258-6660 / 9.9219-6385 / 9.9256-2408

Profissionais de saúde – 9.9167-1061 e 9.9189-7413

%d blogueiros gostam disto: