Notícias

Trabalho integrado de secretarias foi destaque no fluxo do Carnaval

Diversos profissionais foram mobilizados para garantir o sucesso do evento

Publicado por: Marcílio Albuquerque, em: 08/03/19 às 12:05

Texto: Leonam Pereira e Claris Massena

Em Olinda, o trabalho das equipes da Secretaria Executiva de Controle Urbano garantiu a prevenção de acidentes e a organização das vias da cidade durante os sete dias do Carnaval 2019. Entre as principais ações executadas destaque para a substituição das garrafas de vidro por plástico, ordenamento de ambulantes, fiscalizações de irregularidades e inspeções em todos os pontos de acesso ao Sítio Histórico. A operação contou com o trabalho de 150 agentes, divididos em 22 equipes, 24 horas por dia, além de 12 pontos de bloqueios em áreas consideradas estratégicas.

O suporte esteve voltado para os mais de 1,7 mil ambulantes cadastrados. A força-tarefa foi realizada na Avenida Liberdade;  na Rua Prudente de Morais, em frente ao Casbah; nas Ladeiras da Sé e Misericórdia; na Rua do Amparo, ao lado do Grêmio Musical Henrique Dias; em frente à Licoteria Noctívagos, na Rua Treze de Maio; na Praça Laura Nigro; na Rua de São Bento, próximo do Arquivo Público Municipal; na Avenida 10 de Novembro; e nas ruas Quinze de Novembro, Sete de Setembro e 27 de Janeiro.

Segundo o balanço, 20 mil garrafas de vidros foram trocadas pelas de plástico, trabalho que focou na preservação da integridade do folião, brincando e curtindo a festa com segurança. Além do Controle Urbano, as secretarias de Transportes e Trânsito e de Segurança Urbana, participaram da operação, contando com o apoio da Polícia Militar. No total, nove trios e cinco camarotes foram inspecionados, registrando, ainda, 60 abordagens de porta, janela e equipamentos sonoros; 30 autos de intimação, dois autos de infrações e duas interdições.

A Secretaria Executiva de Meio Ambiente atuou com 300 catadores cadastrados, recolhendo mais de seis milhões de latas de alumínio. O material foi levado para o ponto de apoio do Carnaval, localizado em um casarão na Avenida Sigismundo Gonçalves, no Carmo. Os materiais, como plástico, papel e vidro foram recolhidos pela Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis – Coocencipe.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: