Notícias

Trabalho preventivo da Defesa Civil de Olinda registra diminuição de ocorrências na cidade

Convênios com a Caixa vão possibilitar a construção de muros de arrimo. Diversos morros já receberam lonas plásticas

Publicado por: Redação da Secom, em: 16/06/20 às 17:29

A Operação Inverno, iniciada em fevereiro deste ano pela Secretaria Executiva de Defesa Civil de Olinda, gerou efeitos positivos na cidade. Os registros de incidentes em áreas de risco vêm diminuindo, graças ao trabalho preventivo com colocação de lonas, cortes e poda de árvores, além de orientações que são dadas aos moradores dos morros mapeados pela Prefeitura. Até agora, são cerca de 200 ocorrências a menos, em relação ao mesmo período do ano passado.

Foram investidos cerca de R$ 700 mil nesse trabalho de prevenção e monitoramento. Já são mais de 200.000 m2 de lonas instaladas em barreiras e a previsão é que esse número chegue a 300.000 m2, até o fim deste mês de junho. Convênios foram firmados com a Caixa Econômica Federal para captação de recursos e a previsão é de que, ainda este mês, será iniciado o serviço de construção de muro de arrimo na Avenida General Sampaio, no bairro de Caixa D’Água.

Além disso, mutirões estão sendo executados nos bairros de Passarinho, Córrego dos Carneiros, Córrego do Abacate, Santa Casa, Águas Compridas, Cidade Tabajara, Ouro Preto e Bultrins. A Secretaria de Infraestrutura de Olinda realiza ainda os trabalhos em várias outras frentes, como limpeza de galerias e canaletas em diversos pontos da cidade. A Operação Inverno promove ainda serviços de drenagem, desassoreamento e limpeza de canais. Tudo isso no intuito de diminuir os impactos causados pelas chuvas. “A nossa principal missão é preservar vidas. Mas para isso a população precisa ser parceira. É fundamental que as pessoas residentes nos morros sigam as nossas orientações, como não cortar a barreira sem orientação e deixar de seguir as recomendações durante chuvas intensas”, destacou o secretário de Defesa Civil, coronel Manoel Cunha.

Orientações permanentes são levadas a população das áreas mais críticas do município como, por exemplo, não jogar lixos nas encostas, não instalar bica da casa direcionada para barreira, não plantar bananeiras e outras árvores que acumulam água nas raízes e mantém o solo encharcado.

Em caso de emergência e orientações durante as chuvas, a Defesa Civil de Olinda atende chamados pelos telefones: 0800.281.2112 e (081) 9 9266-5307

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: