Notícias

Zé Brown lança novo projeto dia 8 de outubro no Eufrásio

O rapper e embolador também reunirá centenas de jovens de Olinda e do Alto Zé do Pinho em projeto social. O CD Repente Rap Repente tem o apoio da Prefeitura de Olinda

Publicado por: adminolinda, em: 05/10/11 às 16:30
Zé Brown - Arte: Divulgação

Divulgação

O rapper e embolador pernambucano, do Alto Zé do Pinho, Zé Brown lança, no próximo dia 8 de outubro, o show do seu mais novo projeto, o Repente Rap Repente, disco que tem o apoio da Prefeitura de Olinda. O CD tem participação especial de Skowa & SKW Trio. Além das 14 faixas do disco de mesmo nome, os músicos reservarão algumas surpresas para a plateia. A festa será aberta pelos jovens da ONG Pé no Chão, que Zé Brown ajudou a fundar e é colaborador há mais de uma década. Para completar a noite, a pista de dança receberá a batalha entre Dj Dolores (PE) e Dj Marcelinho da Lua (RJ). A festa, marcadas para às 21h, será no Mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda.

O comando do som ficará a cargo do técnico e produtor nova yorkino Everett Ramos, mais conhecido como e-plugg, que traz, dentro da extensa bagagem, produções para Bunny Wailer, Busta Rhymes, LL Cool J, Wu Tang ClanCassandra Wilson, DMX, Eric B & Rakim, Jill Scott, Run DMC e Ziggy Marley. Ele aportará por aqui no dia 1º de outubro especialmente para concretizar a nova parceria e remixar o Repente Rap Repente.

Quando subir ao palco, no dia 8, Zé Brown ganhará mais parceiros: Skowa, na direção musical, juntamente com Janja Gomes, herdeiro de João Parahyba, ambos integrantes do Trio Mocotó, e o SKW Trio como base rítmica. Além disso, contará com a histórica turma do Recife: DJ Beto nos scratches, Samuel Negão nos couros e percussão e Ademario na percussão.

O Repente Rap Repente é fruto de uma trajetória que teve início ainda na década de 1990, quando Zé Brown começou a se apresentar na capital pernambucana como MC da banda Faces do Subúrbio. Além da embolada e do próprio repente, o trabalho do músico tem raízes no rap, beat, break, coco, soul e funk, sem falar da tradicional literatura de cordel.

O álbum conta com participações especiais de Castanha (da dupla Caju e Castanha), Zeca Baleiro e Rappin’ Hood. Cada faixa do CD é, na verdade, um convite à cultura, à originalidade e às reflexões do povo nordestino. Segundo Zé Brown, que já gravou com nomes como Cascabulho, Mônica Feijó, Lula Queiroga, Silvério Pessoa e Devotos, seu maior negócio “é juntar ideias, vindas de todos os contos, sem nunca esquecer as raízes do Nordeste”.

Dentre os últimos eventos em que ele marcou forte presença, estão o City of Hip Hop, em Berlim (2010) e o Festival de Inverno de Garanhuns (2011), sem falar dos shows que já fez na Espanha, França, Suécia e Cuba. Recentemente, ele foi um dos artistas selecionados para ingressar na rede Conexão Vivo. Em dezembro, Zé Brown parte, juntamente com Skowa e SKW Trio, para uma mini turnê na Europa, onde se apresentarão no Festival Trans Musicales de Rennes (França) .

O trabalho de Zé Brown teve início, mais precisamente, em 1988, quando ele começou a fazer rimas misturando o rap com a embolada e utilizando uma lata de doce como pandeiro. Seu nome – inspirado no lendário James Brown – se espalhou pelo Brasil com o Faces do Subúrbio, fundado em 1992, grupo em que atua no vocal e no pandeiro e tem como foco denunciar a realidade das periferias e as disparidades sociais.

Na opinião do músico, esse talvez tenha sido um dos grandes motivos que levaram a banda à indicação do Grammy Latino, em 1998, bem como ao show pela França em 2005 (ano do Brasil na França).

Serviço

O quê?
ZÉ BROWN, com participação especial de Skowa e SKW Trio
DJ Dolores (PE) VS DJ Marcelinho da Lua (RJ) – batalha de DJs

Quando?
Sábado, 8 de outubro de 2011

Onde?
Mercado Eufrásio Barbosa, Olinda

Que horas?
21h

Quanto?
R$ 15,00 (antecipados)
R$ 20,00 (na bilheteria)

%d blogueiros gostam disto: