Notícias

Carnaval como forma de interação e inclusão social em Olinda

Pacientes e profissionais caíram no frevo rasgado

Publicado por: Redação da Secom, em: 27/02/19 às 18:06

Por: Pedro Morais

Orquestra de frevo, fantasia e alegria deram o tom na atividade carnavalesca destinada aos usuários do atendimento da Saúde Mental de Olinda. O evento extraunidade, trouxe o tema Saúde Mental Abuse da Alegria e foi realizado na nesta quarta-feira (27.02), no Clube Atlântico, no Carmo.

A ação promoveu a integração e alegria entre os profissionais da rede  municipal e os assistidos dos Centros de Apoios Psicossociais Nise da Silveira, Álcool e Droga, Infanto-Juvenil e das Residências Terapêuticas.

“Esse é um momento oportuno para proporcionar a inclusão e a socialização entre as pessoas com doenças mentais”, revelou a coordenadora da Saúde Mental de Olinda, Flávia Roberta.

A atividade foi coordenada pela Secretaria Executiva em Vigilância, Atenção Básica, Diretoria de Políticas Estratégicas e Saúde Mental de Olinda. “Esse é um momento muito importante porque promove, sobretudo, inclusão social e cultura dos usuários”, pontuou diretora de Políticas Estratégicas, Rita Lopes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: