Notícias

Fenearte 2019 aporta em Olinda com serviços e geração de renda para a população

Abertura foi realizada nesta quarta (3), com presença do prefeito Professor Lupércio

Publicado por: Redação da Secom, em: 04/07/19 às 12:14

Por Pedro Paulo Catonho

“Ciranda de todas as artes” é o tema da 20ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato, iniciada nesta quarta-feira (3), no Centro de Convenções, em Olinda. Ela acontece até o dia 14 de julho e tem a expectativa de gerar mais de R$ 43 milhões em negócios em 2019. A Prefeitura de Olinda conta com dois espaços no evento: um estande em parceria com 10 artesãos do município e o Espaço de Proteção.

Presente na abertura, o prefeito do município, Professor Lupércio, comemorou mais uma edição da maior feira de artesanato da América Latina em Olinda e está otimista para que os resultados superem todas as marcas das edições anteriores.

“A feira é uma ótima oportunidade para movimentar a economia, atrair pessoas de diversos lugares de Pernambuco, do País e até do exterior. Só de Olinda temos milhares de peças expostas, mostrando a cultura da nossa Marim dos Caetés. Então, convido todos para esses dias de exposição”, disse o gestor municipal.

Serão 5 mil expositores distribuídos em 800 estandes, com a expectativa de receber 300 mil visitantes nos 12 dias de evento. Vinte e sete estados e 21 países são representados. Da Prefeitura de Olinda, destaca-se um estande na Rua 15. Com adesivagem que remete às ladeiras de Olinda, o espaço deseja levar o município para o mundo.

“Temos todo o arsenal de arte do município, pois somos conhecidos como o ‘berço das artes’. A ideia foi trazer o nosso artesanato, os conhecidos casca de cajá e talhas, por exemplo, aproximar o mundo olindense para a Fenearte. Esperamos que os artesãos possam vender muito. São 10 do município e viemos com muitas peças”, explicou a diretora de Turismo de Olinda, Aiane Siqueira.

Outra atuação da Prefeitura de Olinda no evento é o Espaço de Proteção, que visa atender as crianças e adolescentes em situação e violação de direitos em relação ao trabalho infantil nos arredores do evento. A capacidade prevista de atendimento é de até 100 crianças, com a infraestrutura de lanche e jantar, e aos finais de semana fornecendo também almoço, oficinas culturais com destaque para a ciranda (tema desta edição da Fenearte). Os educadores sociais vão fazer abordagem com a distribuição de material educativo, assim como atividades de monitoramento.

“Temos uma preocupação em grandes eventos do município em proteger os menores em situação vulnerável. Dentro do nosso planejamento, recebemos crianças de 5 a 13 anos, e as crianças de 14 em situação de trabalho infantil vamos abordar com o objetivo de oferecer um curso para serem integrados nos programas de menor aprendiz, tornando-se um aprendiz legal”, comentou a coordenadora das ações estratégicas de programa de erradicação do trabalho infantil, Giovana Abramovich.

OPERAÇÃO INTEGRADA – Bem antes do início da feira, a Prefeitura de Olinda montou um operação especial de infraestrutura para oferecer o melhor para a população. Os milhares de visitantes que aportarão na Fenearte deste ano poderão conferir os serviços executados em toda área do entorno do Centro de Convenções, no bairro de Salgadinho. A ações incluem a manutenção nos pontos de iluminação, com lâmpadas em LED ofertando mais segurança; a poda e controle da vegetação, além da limpeza e desobstrução das vias e calçadas. As equipes executaram também uma operação de tapa-buraco nas vias, incluindo os corredores das avenidas Andrade Bezerra e Agamenon Magalhães, favorecendo a mobilidade. O público também pode contar com os banheiros químicos que foram instalados na área externa, gerando comodidade. A força-tarefa contou, ainda, com esquemas de trânsito, transporte e controle urbano promovendo a facilidade do acesso.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: