Notícias

Fiscalização no fim de semana em Olinda apreende cerol, linha chilena e retira banhistas da praia

Um total de 18 estabelecimentos não autorizados pelo Decreto Estadual tiveram as atividades paralisadas

Publicado por: Wladimir Paulino, em: 08/06/20 às 9:26

Fotos: PMO.

Integrantes da Guarda Municipal de Olinda apreenderam adolescentes utilizando cerol e linha chilena para empinar pipas na tarde deste domingo (07.06), nos bairros de Jardim Brasil e Ouro Preto. A abordagem foi feita durante a Operação Integrada Coronavírus.

O cerol é uma mistura de pó de vidro com cola colocada nas linhas para cortar outras pipas, já a linha chilena é produzida com pó de quartzo e óxido de alumínio, que dão um poder de corte quatro vezes maior que o cerol. Esses objetos podem causar até acidentes fatais, quando atingem motociclistas e ciclistas que estejam trafegando próximos.

Na fiscalização para cumprimento do Decreto Estadual nº. 49.055 de 31 de maio de 2020 no fim de semana, mais uma vez foram flagradas pessoas descumprindo a norma e tomando banho de mar na Praia dos Milagres. Dezesseis pessoas foram retiradas da água e orientadas a usarem máscaras de proteção. Todos saíram sem oferecer resistência. As praias de Del Chifre, Bairro Novo, Casa Caiada e Rio Doce também receberam as equipes.

A ação da Secretaria de Segurança Urbana, Controle Urbano, Secretaria de Transportes e Trânsito com a Polícia Militar de Pernambuco percorreu 17 bairros: Peixinhos, Tabajara, Fragoso, Vila Popular, Amaro Branco, Bonsucesso, Guadalupe, Ouro Preto, Rio Doce, Bultrins, Amparo, Águas Compridas, Aguazinha, Sapucaia, Passarinho, Cidade Tabajara e Varadouro.

Um total de 18 estabelecimentos não autorizados a funcionar tiveram as atividades paralisadas: Dois em Jardim Fragoso, três em Cidade Tabajara, um em Jardim Brasil, dois em Águas Compridas, um no Amparo, dois no Bonsucesso, três no Bultrins e quatro no Varadouro, entre bares, pontos de venda de jogo do bicho e barbearias.

Outros 32 locais autorizados passaram por fiscalização e orientação para organização de filas, estacionamento, correto distanciamento social, fornecimento de álcool gel e uso de máscaras. O efetivo deslocado para a operação contou com 29 guardas municipais, 20 Agentes de Controle Urbano, 10 Policiais militares do 1º. BPM, 02 Agentes de Vigilância Sanitária da APEVISA e 03 da Vigilância Sanitária de Olinda e 10 Agentes de Trânsito.

%d blogueiros gostam disto: