Notícias

Glocal Arts promete inserir na economia criativa os artistas visuais de Olinda

Projeto foi apresentado Biblioteca Pública da cidade, no Carmo. O projeto Glocal Arts é o primeiro e-marketplace de artes visuais no Brasil

Publicado por: Secom, em: 11/06/14 às 11:04
falou sobre o conceito do projeto e a sua usabilidade, assim como sobre a parceria com a Prefeitura do município, além de tirar algumas dúvidas dos artistas presentes. Foto: Glocal Arts

A equipe falou sobre o conceito do projeto e a sua usabilidade, assim como sobre a parceria com a Prefeitura do município, além de tirar algumas dúvidas dos artistas presentes. Foto: Glocal Arts

Ontem (10) às 19h, foi apresentado aos artistas visuais de Olinda, o projeto Glocal Arts, em evento realizado na Biblioteca Pública da cidade, localizada no Carmo. Na ocasião, a equipe falou sobre o conceito do projeto e a sua usabilidade, assim como sobre a parceria com a Prefeitura do município, além de tirar algumas dúvidas dos artistas presentes.

Além de artistas locais, estiveram presentes no evento o secretário de Comunicação de Olinda, Elcio Guimarães e o diretor de Tecnologia da secretaria de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia do município, Cláudio Nascimento.

O projeto Glocal Arts é o primeiro e-marketplace de artes visuais no Brasil, que é um espaço virtual onde se faz comércio eletrônico. Focado em divulgação e venda de artes visuais, surgiu em 2013 e vem conquistando atenção da mídia e em eventos nacionais e internacionais. Este projeto está totalmente ligado ao desenvolvimento do mercado de economia criativa e crescimento da área cultural. Os artistas se cadastram gratuitamente, e apenas comissionam o Glocal Arts nas vendas que realizam.

Foto: Glocal Arts

Foto: Glocal Arts

O diretor de Tecnologia de Olinda, Cláudio Nascimento, tomou conhecimento sobre o projeto num evento de tecnologia e viu nele a oportunidade de inserir a cidade dentro das perspectivas da economia criativa. “Venho acompanhado este movimento de economia criativa e startups há algum tempo e percebo a sua evolução no nosso Estado. Desta forma, não vejo como Olinda, de maneira alguma, possa ficar fora deste cenário. Então, quando fui convidado para fazer parte da banca avaliadora da DEMO Brasil, que é um dos maiores eventos de startups do Brasil e do mundo, conheci o trabalho da Glocal Arts. Resolvi entender melhor o funcionamento da sua plataforma e identifiquei imediatamente uma possibilidade de parceria com a Prefeitura de Olinda, com o intuito de promover algo de qualidade e que pudesse divulgar os nossos artistas”, lembrou.

Para o artista plástico Raoni, da galeria “A Casa do Cachorro Preto”, a plataforma é interessante por aumentar a divulgação dos trabalhos locais. “É muito interessante. Já estávamos na ideia de ocupar uma plataforma digital. Acho que vale muito. A Casa do Cachorro Preto ainda não tem site e essa é uma possibilidade de expandir a sua visibilidade”, disse.

O coordenador do projeto, Vinnie de Oliveira, mostrou-se empolgado com esse primeiro contato. “Foi maravilhoso esse contato, para sentir a receptividade deles e para que eles possam perceber a dimensão que seus trabalhos podem alcançar. Quando Cláudio Nascimento, que é diretor de Tecnologia de Olinda entrou em contato conosco, foi uma grata surpresa, porque apoiar Olinda que é uma cidade reconhecida no mundo como Patrimônio Cultural da Humanidade é muito importante. Nós nos sentimos lisonjeados em participar desse potencial artístico que a cidade tem e sentir o desenvolvimento da sua economia criativa. Olinda pode sair na frente nesse quesito”.

Serviço

www.glocalarts.com

%d blogueiros gostam disto: