Notícias

Live dá dicas para as mães de estudantes com deficiência

O foco são os distúrbios alimentares causados pelo isolamento social

Publicado por: Redação da Secom, em: 25/06/20 às 13:36

A partir de relatos dos responsáveis por estudantes, da Rede Municipal, com deficiência, que têm dificuldades de alimentação surgiu a necessidade da LIVE: “Os distúrbios alimentares gerados pelo isolamento social”, que acontece nesta quinta-feira (25.06), no Facebook da Sala de Recursos Multifuncionais da Escola Professora Norma Coelho. Essa ação tem a parceria da Divisão de Inclusão, da Secretaria de Educação de Olinda, e terá a mediação da professora Suzana Brainer.

O encontro virtual também dará dicas para educadores e responsáveis pelos estudantes com deficiência. Os transtornos alimentares se manifestam muito cedo, inclusive podem surgir ainda na infância. Aliás, com o isolamento social, o número de crianças que apresentam esses distúrbios é enorme. Por isso, a temática é bem abrangente, inclusive para os pais de crianças sem deficiência.

Mãe do estudante Davi Gabriel, 6, Anne Silva relata que o filho tem muita resistência ao feijão, arroz, carnes e frango. “Como não podemos ir ao nutricionista neste momento de pandemia, espero poder receber dicas de como substituir estes alimentos por outros que tenham ferro e proteína na alimentação”, explica.

Os distúrbios alimentares mais relatados têm sido a compulsão ou inapetência, gerados pela a ansiedade ocasionada pelo isolamento social. Diante desses relatos, as professoras de Atendimento Educacional Especializado (AEE) da Escola Professora Norma Coelho, Adriana Cunha e Lucilla Peres, pensaram em orientações que serão realizadas pela nutricionista Gabriela Fulco. Ela também indicará dicas de como melhor organizar rotinas diárias para a alimentação com o objetivo de minimizar os impactos que esses distúrbios podem ocasionar.

%d blogueiros gostam disto: