Notícias

Sala do Empreendedor de Olinda desperta atenção do Governo Federal

Dirigentes da União estiveram na cidade para conhecer o serviço

Publicado por: Redação da Secom, em: 12/01/18 às 16:47

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em atividade há apenas quatro meses funcionando, a Sala do Empreendedor de Olinda, espaço destinado para desburocratizar a documentação para microempreendedor, já é vista como referência no Norte e Nordeste. Prova disso foi a visita nesta sexta-feira (12.01) do secretário especial de Micro e Pequena Empresa do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, José Ricardo de Freitas Martins da Veiga, da secretária Executiva do Programa Bem Mais Simples da Secretaria do Governo Federal, Izabel Cristina de Oliveira Santos, e de representantes do Governo do Estado à Marim dos Caetés. O prefeito Professor Lupércio recebeu os secretários federais e o superintendente da Caixa Econômica Federal, Laércio Lemos, na sala que fica localizada na Câmara de Dirigentes Lojistas de Olinda, na Praça 12 de Março, no Bairro Novo.

O presidente da CDL, Breno Aguiar, tomou as honras da casa e iniciou apresentação agradecendo a colaboração do prefeito Lupércio e do vice Márcio Botelho. Em seguida foi a vez do gestor municipal dizer que estava satisfeito com a visibilidade e proporção da sala do empreendedor para facilitar a regularização do micro e pequeno empresário e consequentemente a economia do município, Estado e do País.

“Eu queria parabenizar o secretário José Ricardo que fez palestra rica em que pude absorver ainda mais informações sobre a importância de facilitar a vida dos micro e pequenos empresarias. Olinda sai ganhando, pois a soma de experiências e parcerias da CDL, Sebrae, faz aumentar a economia da cidade. Estou bastante otimista”, frisou Lupércio.

A secretária Izabel Cristina de Oliveira Santos afirmou que o interesse do Governo Federal em comparecer ao município surgiu porque são poucas áreas do Brasil que oferecem um espaço para o cidadão nessa linha do empreendedorismo no Brasil.

“Nós monitoramos e acompanhamos o ambiente de negócio e viemos aqui para criar parcerias. A lei 123 de 2006 vai ajudar os empreendedores de Olinda, que fazem parte dos quase 7,5 milhões de MEIS’S (Microempreendedores Individuais) existentes no país”, argumentou o secretário José Ricardo.

Durante a palestra, entre slides e troca de conversas, o secretário especial de Micro e Pequena Empresa do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio também teve espaço para revelar experiências pessoais. “Dos quatro negócios que abri, três fecharam e para que isso não ocorra, o comerciante deve buscar capacitação, regularização e inovação do seu negócio”, destacou.

O secretário executivo de Desenvolvimento Econômico de Olinda, Jailson Silva resumiu bem o encontro desta sexta-feira. “Isso é fruto da visibilidade do trabalho coletivo, do apoio da população, da capacitação que acontece semanalmente aqui, do apoio do Sebrae e essa conquista chegou no Governo Federal”.

Também estavam presentes a diretora de Desenvolvimento Econômico, Aurora Barreto; a diretora de Turismo, Aiane Siqueira; o diretor de Feiras e Mercados, Everaldo Silva; o secretário executivo de cultura, Flávio Urquiza. Além disso, a presidente da Junta Comercial do Estado de Pernambuco (Jucepe), Taciana Bravo e representantes do Sebrae.

SALA DO EMPREENDEDOR

O local atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h, e disponibiliza, além de capacitações, serviços gratuitos como emissão de CNPJ, nota fiscal eletrônica, liberação de alvará, cadastro mercantil, licença sanitária e informações para regularizar negócio já existente ou que vai ser instalado.

Os interessados devem comparecer à Sala do Empreendedor portando documentos como RG, CPF, comprovante de residência e apresentar título de eleitor. O serviço funciona na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), na Praça 12 de Março, Bairro Novo.

%d blogueiros gostam disto: