Notícias

Vigilância Sanitária de Olinda intensifica fiscalização na venda de pescados

Durante as visitas, além de recomendar os comerciantes, os fiscais da Prefeitura distribuíram material impresso orientando os consumidores sobre como verificar a conservação de peixes, crustáceos, ostras e mariscos

Publicado por: adminolinda, em: 16/04/14 às 17:25
Mercados públicos, supermercados e peixarias foram fiscalizados. Foto: Monique Veloso/Pref.Olinda

Mercados públicos, supermercados e peixarias foram fiscalizados. Foto: Monique Veloso/Pref.Olinda

Com a aproximação do feriado da Semana Santa, a Vigilância Sanitária de Olinda intensifica a fiscalização da conservação e qualidade dos pescados comercializados na cidade e dá dicas à população como comprar e consumir o produto mais procurado durante o período.

Há duas semanas, a Vigilância Sanitária realizou uma visita nos estabelecimentos onde são comercializados pescados e recomendou adequações em alguns locais. Esta semana, as equipes voltaram nos estabelecimentos para verificar o cumprimento dos ajustes solicitados.

Foram fiscalizados os mercados públicos de Peixinhos, Sítio Novo e Rio Doce. Peixarias e supermercados de Rio Doce, Casa Caiada, Bairro Novo, Salgadinho e Santa Teresa também foram visitados. Durante estas visitas, além de recomendar os comerciantes, os fiscais da Prefeitura distribuíram material impresso orientando os consumidores sobre como verificar a conservação de peixes, crustáceos, ostras e mariscos.

Consumidores receberam orientações sobre como identificar alimentos não adequados ao consumo. Foto: Monique Veloso/Pref.Olinda

Consumidores receberam orientações sobre como identificar alimentos não adequados ao consumo. Foto: Monique Veloso/Pref.Olinda

Abaixo, seguem as dicas do gerente de Alimentos de Olinda, Eduardo Melo:

  • O pescado é comercializado refrigerado, congelado, salgado/seco, cozido ou em conserva. Para serem comprados os peixes devem apresentar as seguintes características: olhos transparentes, brilhantes e salientes, guelras róseas ou vermelho-brilhante, cheiro característico, ventre roliço, carne firme (se deixar a compressão do dedo ao pressionar, não compre!) e com escamas brilhantes e aderentes.
  • O crustáceo para ser consumido precisa estar com corpo corvo, sem deixar escapar pernas e corpo. Os olhos devem estar bem destacados e com a carapaça aderente ao corpo. Se estiver com qualquer pigmentação estranha, não compre.
  • Ostras e mariscos devem estar expostos vivos, com valvas fechadas e com retenção de grande quantidade de água incolor e límpida nas conchas. Polvos e lulas devem estar com pele lisa e úmida, olhos transparentes, carne consistente e elástica.
  • Sinais de perda gradual de textura, alteração de odor e sabor, alteração da aparência da pele e olhos, além de alteração de coloração mostram que o pescado está deteriorado.
%d blogueiros gostam disto: