Notícias

Ação de combate à filariose é realizada em Olinda

Técnicos da saúde estarão no bairro de Sítio Novo, entre os dias 25 e 28 de agosto, na Associação dos Moradores do Caranguejo

Publicado por: adminolinda, em: 25/08/14 às 17:11

estudo-filariose-aqui-nao---25-08-2014-(portal)A coordenação da Filariose de Olinda estará realizando hoje (25), amanhã (26), quarta-feira (27) e quinta-feira (28) a coleta noturna de sangue (fura dedo), com o propósito de identificação da doença. A ação será na sede da Associação dos Moradores do Caranguejo, situado na Rua Herculano Bandeira, em Sítio Novo.

A iniciativa visa atender às pessoas que ainda não realizaram o exame, que é feito das 23h à 01h da madrugada. A Secretaria de Saúde de Olinda tem procurado, rotineiramente, realizar ações de combate para erradicar a filariose no município.

Filariose

Causada por um parasita (Wuchereria bancrofti), que é transmitido através da picada da muriçoca (Culex quinquefasciatus), a doença causa inchaço ou deformidade nas pernas, braços, órgãos sexuais e mamas, que podem comprometer a locomoção, a vida sexual e a atividade no trabalho.

A transmissão pode ser de homem a homem, através da picada da muriçoca. O ciclo da transmissão inicia quando o inseto pica uma pessoa doente e depois pica alguém saudável. Na maioria dos casos, a doença não apresenta sintoma, por isso é tão importante realizar o exame. As pessoas infectadas podem desenvolver a forma crônica da doença, conhecida como elefantíase.

Para ajudar no controle dessa enfermidade é preciso manter as fossas fechadas, usar telas ou meias finas nos suspiros das fossas, além de manter o quintal de casa livre de entulhos e dormir sempre com mosquiteiros.

%d blogueiros gostam disto: