Notícias

Dia do Arqueólogo

Data é celebrada nesta sexta, 26 de julho

Publicado por: Redação da Secom, em: 25/07/19 às 15:52

No dia 26 de julho de 1961 foi criada a Lei de Arqueologia número 3924, que garante a proteção aos monumentos arqueológicos ou pré-históricos de quaisquer naturezas existentes no território nacional, colocando-os sob a guarda e proteção do Poder Público, e considerando os danos ao patrimônio arqueológico como crime contra o Patrimônio Nacional. Após 48 anos, em 2009, foi criada a Lei do Dia Nacional do Arqueólogo. Para celebrar a data, a Secretaria de Patrimônio de Olinda reconhece a importância da profissão.

“A arqueologia é a ciência que estuda a sociedade por meio dos seus vestígios materiais e é um dos pilares do sistema de preservação de Olinda. As informações provenientes de suas pesquisas aprofundam o conhecimento da nossa história e são fundamentais pra definição dos critérios para obras no Sítio Histórico. No dia do Arqueólogo, não posso deixar de parabenizar os profissionais da área e expor toda admiração e respeito, em especial aos que atuam na cidade de Olinda”, disse a secretária de Patrimônio de Olinda, Ana Cláudia Fonseca.

Foto: Ana Alencar / PMO

Laboratório Municipal de Arqueologia

Em Olinda, moradores e visitantes têm a oportunidade de conhecer o passado, compreendendo melhor a história da cidade. O Laboratório Municipal de Arqueologia é um convite para uma aproximação com as atividades pré-históricas e a sua relação com o cenário atual. O espaço, com visitação gratuita, está instalado no tradicional Mercado da Ribeira, na Rua Bernardo Vieira de Melo, no Sítio Histórico. No ambiente é reunido um acervo de moedas, material ósseo, dentes, peças em ferro, entre muitos outros elementos que remontam a trajetória ao longo de séculos.

Após passar por uma importante requalificação, o centro museológico tornou-se mais convidativo, com instalações modernas e uma melhor preservação das peças. No espaço, os visitantes têm a chance de analisar as marcas deixadas por povos antigos, tendo como exemplo os objetos fabricados e utilizados em diferentes momentos da história, inscrições em rochas e marcas de ocupação de territórios. Pesquisa, conhecimento e muitas curiosidades estão de portas abertas para o público.

%d blogueiros gostam disto: